segunda-feira, 11 de abril de 2011

Essa é a chance do santista intervir nos rumos da Cidade - AT - 10abr2011

Edição do jornal A Tribuna deste domingo (dia 10) traz entrevista com o arquiteto e urbanista João Meyer, da USP. Ele é um dos convidados do debate de abertura da revisão do Plano Diretor promovido pela Câmara de Santos, amanhã (dia 12), às 19 horas, no auditório da FAUS/UniSantos. 


Meyer defende que "as leis de ordenamento do solo podem e devem interferir no mercado". O urbanista ainda destacou a importância de a comunidade participar das audiências públicas, já que esta é a última chance que a para interferir na legislação.

Além de João Meyer, o urbanista Kazuo Nakano, do Instituto Pólis, também participa do debate desta terça-feira.


(Clique na imagem para ampliar)

2 comentários:

  1. Alvaro Vieira da Cunha11 de abril de 2011 16:28

    Os brasileiros são terrívelmente prolixos e qualquer pessoa que tenha alguma coisa para fazer, não terá a mínima chance de poder opinar sobre os absurdos detalhes a que chega essa Lei de Ocupação do Solo. Isso é só para quem ganha uma nota preta sem precisar fazer nada, como nossos politicos.Sessenta e tantos artigos é demais para um problema simples: muita gente numa área insular pequena, com predios imensos e um automóvel para cada duas pessoas, pessoas essas que não estão nos bairros populares, mas todas na orla, onde na verdade se concentram quase dois carros por pessoa.É preciso diminuir significativamente o tamanho dos prédios ou a vaca vai para o brejo em muito pouco tempo.

    ResponderExcluir
  2. Então, Álvaro, vá e opine. Esse Brasil é engraçado mesmo! Quando não discutem com a sociedade, reclama-se de postura ditatorial, arbitrariedade. Quando abre-se para o debate, reclama-se também. O brasileiro tem que aprender a exercer democracia.

    ResponderExcluir